» » Profissionais da educação recebem treinamento de primeiros socorros

Profissionais da educação recebem treinamento de primeiros socorros

Servidores das cinco escolas municipais estiveram reunidos no auditório da EMEF Lorette Fanck, nos dias 18 e 19 de fevereiro, para participarem de treinamento de primeiros socorros, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde. A capacitação atende a Lei Municipal Nº 1.006, sancionada em 2019, que estabelece a obrigatoriedade da capacitação aos profissionais da rede municipal de ensino para que possam exercer os primeiros atendimentos sempre que houver qualquer acidente nas escolas.

O treinamento foi ministrado pela Técnica de Enfermagem, Mara Cristina Klipstein Gomes. Com duração total de oito horas, a capacitação aliou teoria e prática, de forma orientar os servidores a atuarem de forma correta na primeira abordagem, prestando os primeiros e fundamentais cuidados. Ao final da capacitação, os profissionais da área da educação receberam certificado.

Atenta as necessidades da área educacional, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura acredita que o treinamento é importantíssimo, pois visa capacitar os profissionais para que possam enfrentar estes imprevistos e também uma forma de melhorar ainda mais a qualidade dos trabalhos ofertados nas escolas. A Secretária de Educação, Francieli Pires, agradece a Secretaria de Saúde no nome do Secretário Lisandro Franco Pires pela atenção dispensada em atender esta demanda, tão importante e necessária. Parabeniza ainda a técnica de enfermagem pelo excelente treinamento que desenvolveu com o grupo.

O porquê da Lei

A Lei Municipal Nº1.006 atende o que dispõe a Lei Federal 13.722/18, conhecida como Lei Lucas. Ela obriga as escolas, a se prepararem para atendimentos de primeiros socorros. A necessidade dessa lei se dá devido a um acidente que ocorreu com Lucas Begalli, uma criança de apenas 10 anos de idade, que perdeu a vida em um simples passeio escolar, quando engasgou-se com um pedaço de salsicha do cachorro quente que serviram no lanche. Essa fatalidade poderia ter sido evitada se houvesse preparo sobre primeiros socorros pelas pessoas responsáveis pelo evento.