» » Instalada Frente em Defesa dos Agricultores e Funcionários com créditos a receber da Cotrijuí

Instalada Frente em Defesa dos Agricultores e Funcionários com créditos a receber da Cotrijuí

Foi instalada, ao final da manhã da quinta-feira (17), na Assembleia Legislativa, a Frente Parlamentar em Defesa dos Agricultores e Funcionários com créditos a receber da Cotrijuí, que será presidida pelo deputado Aloísio Classmann (PTB). Em viagem à capital do estado, o Prefeito Municipal Eder Luis Both se fez presente durante evento de instalação da frente.

Às autoridades presentes ao ato, no salão Júlio de Castilhos, o parlamentar informou que a Frente surgia a partir das dificuldades financeiras da Cotrijuí, causando apreensão a milhares de agricultores e associados. “Este grupo de trabalho foi formado como instrumento de defesa a produtores, colaboradores e associados”, reforçou Classmann, acrescentando que foi procurado, em seu gabinete no Legislativo por diversos agricultores, angustiados com o quadro formado.

“Buscaram um amparo junto ao Parlamento e, como sou ligado à área, assegurei que buscaria alternativas. Assim, esta Frente adquire esta responsabilidade, de construir uma intermediação em favor dos que produzem e dos aproximados 20 mil associados da cooperativa, que se tornou uma grife do associativismo, não só no Estado, mas no país e América Latina”, sublinhou.

Ainda segundo o deputado, “não se pode aceitar que os produtores, na imensa maioria pequenos agricultores, percam seus recursos, produção e atividade. São histórias de vida, de esforço e luta pela agricultura do Rio Grande do Sul”, frisou, lembrando que mais de três mil produtores têm cerca de R$ 300 milhões a receber.

Voltou a destacar que, até o final do ano, “teremos muito trabalho, mas com total dedicação na busca de diálogo com a administração judicial e produtores, buscando alternativas de negociação a um desfecho favorável. É a primeira vez”, observou, “que o Parlamento do Rio Grande do Sul é chamado a participar de uma situação como esta, envolvendo uma renomada cooperativa. Nosso compromisso, desta forma, é redobrado”, enfatizou.

Cotrijuí

Desde 29 de janeiro, a Cotrijuí está em liquidação judicial, com uma dívida estimada em R$ 1,8 bilhão. Com capacidade de armazenamento que chega próximo a um milhão de toneladas, tem 1,1 mil funcionários. Com 61 anos de criação, a Cotrijuí tem sede em Ijuí, no Noroeste do Estado, abrange mais de 40 municípios gaúchos, possui quase 20 mil associados e atua com armazenagem de soja, aveia, trigo, arroz e milho, além de frigorífico de suínos.

Fonte: Celso Luiz Bender – Assessoria de Comunicação do Deputado Aloísio Classmann