» » PIM recebe supervisão das Coordenadoras do Grupo Técnico Regional e Estadual

PIM recebe supervisão das Coordenadoras do Grupo Técnico Regional e Estadual

A equipe do Programa Primeira Infância Melhor (PIM) recebeu nos últimos dias a coordenadoras do Grupo Técnico Regional e Estadual. A visita teve como objetivo acompanhar o andamento dos trabalhos que vem sendo realizados no município, tanto nas casas, como a discussão com o Grupo Técnico Municipal.

Durante a vinda das coordenadoras Lacy Pires e Loureliz, a visita da monitora Maria do Carmo à casa da Família de Paula foi acompanhada. Na residência, a atividade “jogo de argolas” envolveu a garotinha Luana, de 3 anos, com a mãe. A monitora explica que o jogo tem como propósito desenvolver a coordenação motora e equilíbrio da criança. Marceli de Paula conta que está satisfeita com as visitas do PIM, pois auxiliam no desenvolvimento da filha e acaba integrando toda a família, já que ao final das visitas mais atividades são repassadas para serem realizadas ao longo da semana.

Na parte da tarde, o Grupo Técnico Municipal, formado por representantes da assistência social, educação e saúde juntamente com as coordenadoras se reuniram para discutir o andamento do programa. No decorrer da reunião, a coordenadora estadual Lacy Pires destacou que está contente com o trabalho que vem sendo realizado e que está a disposição para contribuir e auxiliar o programa PIM no município, tornando-o uma referência.

Em Chiapetta, o Programa Primeira Infância Melhor, iniciou as atividades no mês de março deste ano e tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento das capacidades físicas, intelectuais, sociais e emocionais. A equipe é formada por quatro visitadoras e uma coordenadora, que atendem cerca de 80 famílias do município. São atendidas individualmente crianças de 0 a 3 anos, crianças de quatro e cinco anos em turmas grupais e também as mulheres gestantes. O programa tem o apoio do Grupo Técnico Municipal (GTM), o qual trabalha de forma conjunta com as secretárias de Educação, Saúde e Assistência Social.

Deixe uma resposta