» » Primeiros atendimentos na Clínica de Fisioterapia

Primeiros atendimentos na Clínica de Fisioterapia

postado em: Saúde | 1

Dona Ana Terezinha da Silva e seu Antoninho Lopes estão sendo atendidos na Clínica de Fisioterapia do Posto de Saúde.  Os dois sofreram um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ela em meados de outubro de 2011, e ele em abril deste ano. Os dois precisaram de atendimento fisioterápico logo após sair do hospital, para que pudessem diminuir o comprometimento imposto pela disfunção.

Como consequência do AVC, inicialmente, Dona Ana perdeu os movimentos das pernas e dos braços. Na época, por decisão dos filhos, ela foi tratada em outro município, onde conseguiu se recuperar. Depois de alguns anos, decidiu voltar para Chiapetta e, na semana passada, começou ser atendida na clínica de fisioterapia do posto de saúde. Dona Ana conta que sente dores nas pernas e costas e conta que a fisioterapia tem minimizado o desconforto. A fisioterapeuta Deise de Barros explica que trabalha a parte motora da paciente que inclui equilíbrio, coordenação e motricidade fina e grossa, ou seja, através disso, ela desenvolve as atividades diárias. Para auxiliar ainda mais o tratamento, a profissional orienta exercícios a serem realizados em casa.

Enquanto seu Antoninho Lopes está deitado na maca recebendo estimulação elétrica no lado esquerdo da face, a profissional explica que o AVC atingiu o rosto e o braço do paciente. Ele iniciou o tratamento logo após receber alta do hospital e vinha sendo atendido pela fisioterapeuta em seu domicílio. Deise conta que a reabilitação de um paciente pós-AVC é um processo para o desenvolvimento da máxima capacidade funcional deste e tem como objetivo diminuir o comprometimento imposto pela disfunção, promovendo um modo de vida mais saudável, por isso a importância da fisioterapia. Além do estímulo, Antoninho também realiza exercícios para auxiliar a parte motora, prejudicada com o AVC.

Deise está feliz com o retorno e a aceitação que vem recebendo dos pacientes e satisfeita com o espaço amplo da clínica, o que possibilita o atendimento de até dois pacientes por horário. Dessa forma, mais pessoas podem ser atendidas. Barra, jump, espelho, pneus, bicicleta, bolas, escada de ombro, aparelhos para parte respiratória são utilizados no consultório. Além de Dona Ana e Seu Antoninho, no consultório são atendidos mais 11 pacientes.  Os atendimentos são realizados nas segundas, terças e quintas. O serviço também é oferecido a domicílio para pacientes acamados, que ao todo somam 14.

Deixe uma resposta